Risco

/

Arquitectura e
Desenho Urbano

Espaço Público do Cacém

O Cacém é um subúrbio de Lisboa, situado no concelho de Sintra, em crescimento exponencial e desordenado desde os anos 70 do séc. XX.
O objectivo do Plano de Pormenor da Área Central do Cacém foi a reabilitação de cerca de 30 ha, na zona envolvente da estação do caminho-de-ferro que liga o Cacém a Lisboa.
A integração do Plano de Pormenor no Programa Polis (programa de qualificação ambiental e urbana financiado pelo Estado e União Europeia) e os meios financeiros que disponibilizou, permitiram alargar qualitativamente o âmbito da intervenção.
O plano reformulou o sistema viário numa área mais alargada; promoveu a negociação e a reformulação de compromissos urbanísticos; propôs a substituição de edifícios em mau estado de conservação e a demolição dos que impediam a concretização do novo desenho urbano, assegurando os necessários realojamentos; propôs a reconversão do interface rodo-ferroviário e a abertura de vias pedonais e semi-pedonais; a criação de um grande espaço público, de lazer e de equipamentos na zona mais central (junto à ribeira); a reformulação global de todos os sistemas de infra-estruturas urbanas e a sua adequação a um novo enquadramento urbano.
No seguimento do Plano de Pormenor foram desenvolvidos o Projecto do Espaço Público, a recuperação da Ribeira das Jardas e o Projecto do Parque Urbano (responsabilidade da NPK, arquitectos paisagistas).
O Risco coordenou ainda a integração dos projectos de vários edifícios na área de intervenção com o projecto urbano e desenhou a nova praça central, com Biblioteca e edifício de comércio e serviços por ora denominada “Nova Baixa do Cacém”.

Local
Cacém
Cliente
Cacém Polis
Data
2001 – 2008

Arquitectura
Manuel Salgado, Nuno Lourenço, Madalena Duarte Silva e Pedro Pinto c/ NPK
Área de Intervenção
137.700 m2
Custo
20.000.000 €

Fotografias
Fernando Guerra / FG + SG

Construído